Diário G1 seu portal de notícias

DG1

Seu Portal de Notícias

Acompanhe a entrevista no Palácio do Planalto

Neste momento, o secretário-executivo substituto, Élcio Franco, a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, e a diretora do Departamento de Atenção Hospitalar, Domiciliar e Urgência, Adriana Teixeira, participam de entrevista, no Palácio do Planalto, sobre as diretrizes para hospitais de campanha e repasse de recursos para combate a covid-19. 

entrevista no Palácio do Planalto

De acordo com o boletim do Ministério da Saúde, divulgado ontem (24), covid-19 no Brasil já contaminou 363.211 pessoas. Desse total, 149.011 estão recuperadas. Outras 22.666 faleceram em decorrência do novo coronavírus. 

Covid-19: OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) suspendeu os testes com a hidroxicloroquina, medicamento para malária, em pacientes com covid-19 em razão de questões de segurança, informou hoje (25) o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A hidroxicoloroquina tem sido apontada pelo presidente Jair Bolsonaro, pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e por outros como um possível tratamento para a doença causada pelo novo coronavírus. O presidente norte-americano afirmou que estava tomando o medicamento para ajudar a prevenir a infecção.

Taxa de isolamento fica em 55% no estado de São Paulo. Capital tem 57%

O percentual de isolamento social no estado de São Paulo foi de 55% neste domingo (24), informou o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo estadual. A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

“Ontem registramos 55% de isolamento social no estado de São Paulo. Na capital, o índice foi de 57%. Parabéns à população que, ao ficar em casa, está ajudando a salvar vidas. A manutenção desses números é importante para reduzir o contágio e frear o avanço do coronavírus no estado”, disse o governador João Doria, que se manifestou na rede social Twitter.

Segundo estimativa do estado, a taxa mínima para diminuir a propagação do novo coronavírus e evitar um colapso no sistema de saúde é 55%. A ideal seria acima de 70%.

Agência Brasil – Brasília

Edição: Liliane Farias

Diário G1

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: